17 de out de 2011

O ícone da IPB

Amados irmãos, como eu já havia falado, sou membro da IPB  a mais de três décadas, e já vi muitas coisas.
                Aqueles que tem mais de quarenta anos de idade devem se lembrar da era “Caio Fabio”.  Nessa época tudo que se passava na IPB,  a referencia era C.F., se respirava, bebia, comia, tudo que era produzido por C.F., toda e qual quer literatura era de C.F., aconselhamento, discipulado, sobre casamento, sobre família, evangelização, doutrina, nossas editoras só produziam livros de C.F. Então a igreja fez com ele o que se faz com laranja, chupamos e jogamos o bagaço fora. De maneira nenhuma eu aprovo a falha de C. F., não lhe tiro o mérito do erro, mas a igreja contribuiu decisivamente para que isto acontecesse. Mas ai a igreja que ele defendeu não colocou em prática o amor que ela tanto prega.
                Ai então se passaram mais de 15 anos desde o fim da era C. F., a igreja levou este tempo todo para apagar o ícone que ela mesma levantou. Mas como todo entidade humana a igreja não pode ficar sem um outro ícone, por que isto, isto me faz lembrar o povo de Israel na escolha de seu rei, Deus disse a Samuel por ocasião da revolta e tristeza do profeta: “ ...eles não te rejeitaram, eles rejeitaram a mim, dê a eles o rei que querem...”.
                O homem sempre precisou ver alguém, se basear em alguém, por esta razão hoje a igreja levanta outro ícone, e hoje temos Hernandes Dias Lopes,  hoje na IPB tudo que se publica é de HDL, no site LPC tudo que se tem lá é HDL. Temos Bíblias com comentário HDL, cada dia, devocionais por HDL, não sei como ele consegue tempo para escrever tantos livros (deve ser os escribas).
                O programa de TV aos sábados, somente HDL fala, nem nas suas férias ele fica fora do ar, será que não temos outros pastores na IPB capacitados para pregar na TV.  Mas será que realmente precisamos de um programa de TV, tem tanta coisa que as igrejas podem fazer em suas comunidade em prol da divulgação do evangelho, mas o programa de TV não tem compromisso direto com o telespectador. E será que realmente precisa pedir contribuição financeira? A IPB não tem condições de bancar? Se o objetivo é evangelizar a instituição tem condição de bancar. E alem disso tudo ele consegue tempo para ser pastor da primeira igreja, e a família como fica?
                Isto não é um pastor, isto é um empresário, o pastor tem que ter tempo para suas ovelhas – Mateus 5: 1,2 “ Vendo Jesus as multidões, subiu o monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; 2 – e ele passou a ensiná-los, dizendo: ....” , Jesus tinha tempo, quem não tem tempo não senta, quem não tem tempo para os outros é incapaz de ensinar, não venham me dizer que os tempos mudaram, o mundo mudou o cristianismo, NÃO. O Jesus de Mateus é o mesmo de hoje. O pastor que não tem tempo para seu rebanho para mim ele é um empresário o evangelho. O projeto da IBP para ganhar o Brasil através da TV ao meu ver tem quase o mesmo foco das seitas. As seitas querem sugar toda a receita dos pobres para enriquecer seus lideres, a IPB quer alcançar os ricos e arrecadar fundos para não aplicar na evangelização dos pobres.
                Hoje procurei para comprar na casa editora e na LPC um livro de C.F., para minha surpresa não encontrei nem um, a igreja levou mais de 15 anos para apagar tudo sobre a era C.F.  Hoje todas as publicações são de HDL.
                E hoje a referência é HDL, tudo que se lê, escreve, fala ou que se prega nas igrejas é baseado em HDL.
Samuel 8: 7
                Até quando? Por quantas vezes a igreja terá que passar pelo mesmo caminho para aprender o que é certo?

2 comentários:

  1. Irmão, também não gostei nada de como as coisas foram resolvidas quanto ao CF. Acho que ele tinha de ser despojado mesmo, contudo, não execrado. É um irmão, mas que precisava de cuidados, tanto da dura disciplina, quanto do carinho para mostrar que nosso desejo era o arrependimento e o abandono do erro. Contudo, acho muito natural, diante de seu desligamento da IPB, que suas autarquias não publiquem ou estoquem mais qualquer um de seus livros. Isso é bem natural e acho que ele mesmo não iria querer. Também não vejo essa "onipresença" do HDL na IPB. Ele tem sido bem usado no lado midiático, contudo, circulo pela IPB por muitos meses sem ter qualquer tipo de menção a ele.

    Não tenho qualquer tipo de problemas com ele, ainda que o acha um teólogo mais ou menos e não goste muito de sua exegese. Não o considero um herege, nem de perto, mas não compraria nenhum comentário bíblico dele, tendo em mente a exegese e hermenêutica. Para mim, ele é bem normal e não vejo minhas ovelhas, por exemplo, falando muito dele, como o foi no tempo do Caio. Na minha opinião, a atenção está mais bem dividida hoje em dia e vejo mais pessoas cuidado de diferentes áreas.

    A IPB não é perfeita, afinal, sou pastor dela, mas é uma denominação séria e que tem investido pesado e muitas ações entres pobres, tanto pelo SC, quanto por suas IPs.

    Espero que você esteja errado, para o próprio bem de nosso irmão HDL.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Amado!!
    Em primeiro lugar perdão pela demora, estive fora por um longo tempo, mas agora devo estar mais próxima de todos.

    Gostei muito de sua sinceridade, é bom saber que outras pessoas também tem uma visão limpa das coisas. O que eu lamento é o que a IPB esta fazendo com relação a ele, ela o transformou num ícone, onde tudo é ele, pra ele e por ele. Isto me deixa preocupada e triste. Mas com sabedoria vamos colocar estas coisa nas mãos de DEUS na certeza que igreja não salva ninguém.

    ResponderExcluir