2 de out de 2011

Despojado do minístério, ele foi!!!!!!!!!!!

     Meus queridos e amados irmãos, estamos aqui hoje para julgar a conduta do nosso, (quero dizer ex-irmão pastor fulano de tal....)  e bla bla, bla, bla,.................
       Parece que eu estou vendo isto tudo acontecer na minha frente, a IPB aceita todo e qualquer tipo de pecado, desde a mais simples mentira falada pelo presbítero, pastor diácono, aceita o ladrão (aquele que não da o dizimo), aquele que roupa na declaração do IRF, aceita a idolatria daquele que ama os seus carros mais do que amam a seu próprios filhos, aceita a irmã fofoqueira, etc. Se formos detalhar todos os erros aceitáveis dentro da IPB teríamos que dissolver "n" conselho, presbitérios, e sínodos, pois nos seus bastidores estão enraigados as mais exdruchas falcatruas em prol da elite presbiteriana, falcatruas para favorecer a pastores e presbíteros de famílias nobres e influentes na igreja. Mas este não é o meu objetivo no momento o meu foco é outro.
    Vocês estão sabendo o que esta acontecendo na IPB de J A,  o pastor foi pego em pecado, o que a IPB fez?? Como de costume da IPB pediu-lhe a cabeça, A IPB nunca perdoa este tipo de pecado, como diz um determinado presbítero, empresário com nome de missionário, da primeira IPB VTA "quem cai neste pecado sempre volta, pois não há arrependimento", até parece que ele tem experiência de fato com este pecado.
     A IPB nunca perdoa, ela sim ajuda a pessoa a afundar. Querem um exemplo: vocês se lembram do pastor do presbitério central, e aquele do presbitério serrano??? o que a igreja fez com eles??? Ela abriu um buraco jogou-os dentro e derramou concreto. Eles jamais voltarão aos púlpitos da IPB.
     A igreja não tem estrutura para perdoar, o amor declarado nos cultos e de púlpito e muito mais que platônico é irônico, falso mentiroso, pois ele é simplesmente vomitado da boca pra fora como um jargão qualquer.
     Não conheço este pastor mais já tenho pena dele, pois a instituição que ele sempre defendeu agora ela mesma vai crucificá-lo, A igreja deveria ter pelo menos a decência de, com a misericórdia de DEUS, trabalhar na sua restauração. Podem dizer que estou sendo precipitada, mas esta é a realidade da IPB, o pastor tem que ser um santo, o pastor tem que ser o certinho dentro dos padrões que os outros colocaram para ele seguir, os padrões não são os bíblicos, são padrões humanos. O pastor é um homem como qualquer outro, só JESUS não pecou.

   Estou tranqüila e feliz por  um só motivo:  QUEM MORREU NA CRUZ POR MIM FOI JESUS CRISTO, não foi nem um presbítero ou algum super pastor da IPB, e nem mesmo a IPB pode me salvar dos meus pecado, somente  JESUS o  CRISTO  pode fazer isto. Por esta razão é que estou contrariada com  a IPB, ela sempre quer  fazer o papel que compete a DEUS.

   Se DEUS foi capaz de perdoar os seus e os meus pecados, por que ele não pode perdoar os pecados do pastor??


DEUS PERDOA OS NOSSOS PECADOS, mas a IPB não perdoa os nossos e dos pastores.

Que DEUS nos perdoe





    

Nenhum comentário:

Postar um comentário